sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Rip! A Remix Manifesto

"O documentário, dirigido por Brett Gaylor, ataca de forma retórica o controle que grandes empresas exercem sobre a cultura (musical, cinematográfica, etc).
Diante dessa batalha, e estando no time dos Copyleft, Gaylor e outros defensores da causa criaram o seguinte manifesto:

1) A cultura sempre se constrói baseada no passado;
2) O passado sempre tenta controlar o futuro;
3) O futuro está se tornando menos livre;
4) Para construir sociedades livres é preciso limitar o controle sobre o passado.

Baseando-se nessas 4 premissas, a história do filme se desenvolve, passando por várias entrevistas com representantes dos 2 lados da guerra. O documentário se auto-denomina uma representação desse manifesto, convocando a participação das pessoas não só na guerra contra as grandes corporações defensoras dos copyrights quanto na produção de novos conteúdos baseada na remixagem, garantindo assim o futuro da cultura e a arte.

O documentário conta com presenças ilustres como a do produtor Gregg Willis, conhecido no mundo da música como "Girl Talk", Lawrence Lessig, criador da Creative Commons, Gilberto Gil, então Ministro da Cultura no Brasil, o crítico cultural Cory Doctorow, dentre outros."

Rip! A Remix Manifesto from Daniela Bado on Vimeo.





Wikipédia

Rip! A Remix Manifesto

Movimento Antropofágico
"O Movimento Antropofágico foi uma manifestação artística brasileira da década de 1920, fundada e teorizada pelo poeta paulista Oswald de Andrade."

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Magali e a "Balinha de Melancia"

Muita animação no Largo da Carioca!



Não resisti e fiz um gif animado de um dos passinhos.


GIFSoup

Uma gracinha!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

PiG, Governo e a chuva de São Paulo

A Chuva chove, o Governo governa, a imprensa noticia. O único que está cumprindo com a sua função é a chuva.
E quem são os seres ditos racionais?

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Que tal sorrir e fazer sorrir?

Achou difícil? Tá eu sei as "coisas" que não te deixam sorrir e te tiram a paciência para fazer sorrir estão te rondando...mas que tal ganhar uns 16 minutos na sua vida?





Você é grandioso! Uma pessoa maravilhosa!

domingo, 9 de janeiro de 2011

O Papel Social da Mída

Quando li essa manchete "Mídia valoriza disputa entre PT e PMDB e sinaliza má vontade, diz especialista" no site Rede Brasil Atual lembrei imediatamente de uma entrevista que assisti em 2007 com David Bornstein.

David Bornstein é autor livro “Como mudar o mundo” , que fala sobre os empreendedores sociais, que mudam a sociedade com pouco dinheiro e muita inovação. Reproduzo aqui em português o trecho da entrevista em vídeo que copiei na época, onde ele fala sobre o papel da mídia e dos jornalistas na sociedade suas influências positivas e negativas e a busca do equilíbrio. Infelizmente o vídeo não está mais disponível.

"A mídia precisa rever seu papel na sociedade, seu papel fundamental.
A maioria dos jornalistas concorda com a crença de que o bom jornalismo critica o poder, responsabiliza o poder, e expõe os problemas, as fraquezas da sociedade, a corrupção e a quebra de confiança.
Os jornalistas mais famosos dos EUA, Woodward e Bernstein, fizeram o que? Expuseram a corrupção no mais alto escalão do poder. Historicamente, os jornalistas derrubaram a Standard Oil, dos Rockfeller. Eles atacaram pessoas muito poderosas.

Eu sou pai. Tenho um filho de 3 anos. Tenho uma estratégia interessante para criá-lo.
Eu o critico quando ele faz algo que não é bom. "Não faça isso. Você não deve fazer isso". Mas também o elogio muito. "Isso é ótimo! Isso é maravilhoso!" Eu uso uma abordagem equilibrada de crítica e elogio. Todo pai, provavelmente, reconhece que, se criticar o filho o tempo todo, você não vai criá-lo bem, vai criar um filho infeliz, sem muita confiança.

A abordagem do jornalismo na sociedade é como uma educação ruim. O que os jornalistas fazem, em 90% dos casos, é criticar o poder e mostrar a corrupção. O efeito nos cidadãos é fazê-los pensar que só existem políticos corruptos, empresários corruptos e criminalidade, além das celebridades e dos jogadores de futebol.
Se você pega o jornal e só vê as falhas da sociedade, você vai querer solucionar os problemas sociais? Não. Você não vai nem querer saber. Vai querer ganhar o seu dinheiro, tomar conta da família, comprar uma casa de praia e evitar a sociedade, porque a sociedade é essencialmente corrupta. Não haveria outra opção nem outra possibilidade.

Mas há as histórias de empreendedores sociais. E o Brasil é um dos países que mais tem empreendedores sociais, está atrás da Índia. Na verdade, os maiores são Índia, EUA e Brasil, em termos do número de empreendedores sociais e da diversidade de problemas. Eles existem na Amazônia no Pantanal...
Em todo o Estado do Brasil, há pessoas lidando com problemas sociais de modo criativo. Há centenas de milhares, se não milhões, no Brasil, trabalhando nesta área. Os jornalistas precisam cobrir isso se quiserem ser agentes positivos na sociedade.
Se os jornalistas só quiserem continuar a ganhar dinheiro e aumentar seu público, não precisam mostrar os empreendedores. Mas, se quiserem ter um papel na melhora da sociedade, eles têm que dar exemplos positivos de soluções.
É preciso mostrar às pessoas o que é possível, mostrar ao governo novas idéias de políticas, mostrar aos jovens que vão escolher uma profissão diferentes idéias do que eles podem fazer em sua carreira.”


Deixo vocês com dois vídeo Institucional da Ashoka, que foi o ponto de partida para a pesquisa do livro de David



Ashoka Jovens Empreendedores - Geração MudaMundo - Ceará (GMM)

sábado, 8 de janeiro de 2011

Estratégia do PiG

Durante todo o governo da Dilma, a dobradinha PiG/Oposição (DEM ex-PFL e PSDB) tentarão desmoralizar o ex-Presidente Lula para tentar minar uma possível volta dele em 2014 ou 2018.

É a estratégia mais inteligente que vi até agora, depois de toda a trapalhada de campanha que envolveu até técnicas de malabarismo, artes cênicas, mentiras, manipulações, preconceitos de toda espécie inclusive trazendo do fundo das catacumbas os movimentos mais obscuros dignos de um "Tea Party" versão com legendas em português.

A estratégia pode até ser inteligente, mas a essa altura do campeonato não vai funcionar, porque o Lula jamais será esquecido por nós e pela Presidente Dilma, como tendo sido o melhor presidente que esse país já teve.

Mas a minha pergunta é, o que o PHC fez com aqueles 14 milhões? Está por fora desse babado? Então veja aqui:

Blog Seja Dita Verdade: Filho de FHC tomou R$ 14 milhões

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Amanhã é Sábado

Sábado para muitos é um dia de preguiça! Aproveite a sua manhã para sonhar mais um pouco!